Perito criminal federal dá dicas de como identificar cédulas falsas

postado 08/01/2018 por

Comerciante cai em golpe do dinheiro falso em Rio Branco e perito dá dicas de como escapar do golpe

 

Clique na imagem para assistir ao vídeo com a reportagem completa:

 

Em plena luz do dia, um picolezeiro foi vítima do golpe do dinheiro falso na última sexta-feira (5) em Rio Branco. O caso foi presenciado e relatado nas redes sociais por Arivaldo Mendes, presidente da Associação de Moradores do Conjunto Esperança, na capital acreana.

Mendes presenciou o momento em que o vendedor de picolé recebeu a nota de R$ 20 falsificada. “O seu João parou e em seguida um rapaz parou em uma moto e nem tirou o capacete. Comprou o picolé no valor de R$ 2, recebeu os R$ 17 de troco. Depois ele [picolezeiro] percebeu que a nota era falsa”, relata.
 
Outra pessoa que presenciou a ação criminosa foi a funcionária pública Maria das Dores Batista. Ela conta que o vendedor a procurou desconfiando que a nota era falsa e ela pegou uma nota do mesmo valor na bolsa para comparar.
 
“Na mesa tinha um pingo de água e quando ele botou em cima a nota desbotou”, lembra.
 
O presidente do bairro vendo toda a situação decidiu rasgar a cédula falsa e deu uma nota verdadeira de R$ 20 ao picolezeiro. “Eu sabendo do sacrifício e da luta dele no dia a dia, dei os R$ 20 pra ele”, afirma.
 
Casos como este estão cada vez mais comum no bairro, conforme relata o comerciante Josimar Oliveira. Ele afirma que já se deparou com notas falsas.
 
“O cliente parou o carro, fez a compra e estava nervoso. Quando ele me deu a nota percebi que era falsa. Ele perguntou como eu conhecia e disse que eu trabalhava com comércio e sabia a diferença. Mas, sempre aparecem notas falsas por aqui”, destaca.
 
O crime de falsificação de moeda é a atribuição da Polícia Federal. Por mês, cerca de três a quatro moedas de real são periciadas aqui no Acre. Segundo o perito criminal Roberto Feres, é possível identificar uma nota falsa observando alguns detalhes.
 
“As notas do real têm vários elementos de segurança. É muito importante para quem trabalha com troca de dinheiro entrar no site do Banco Central que tem detalhes dessas características das notas”, diz.
 
Algumas características da nota original podem ser percebidas somente quando visualizada contra a luz, como o brilho das fibras, a marca d'água e o tipo do papel da cédula que é bem diferente do comum. Se alguém identificar uma cédula falsa deve levar o material imediatamente a uma unidade da Polícia Civil ou Federal.
 
“Essa pessoa deve fazer a denúncia de que recebeu a nota falsa e como que ela recebeu essa cédula”, finaliza.
 
Segunda-feira, 8 de janeiro de 2018
Fonte: G1
 

SHIS QI 9 Conjunto 11 CS 20 - Lago Sul CEP:71625-110
Brasília - DF
 

Telefones: (61) 3345.0882 / 3346.9481 / 3346.7235 / 3345.1123  
Email: apcf@apcf.org.br