O presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), Marcos Camargo, esteve no gabinete da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), nesta 2ª feira (27/5), para pedir apoio à convocação de todos os aprovados do concurso da Polícia Federal de 2018. Representantes da comissão de excedentes no certame também participaram do encontro.

Na última 5ª feira (23/5), o governo federal publicou o Decreto nº 9.801, que possibilita a convocação de 547 aprovados a mais das vagas previstas no concurso. No total, serão 1047 novos policiais federais nomeados. Contudo, nem todos os candidatos ao cargo de perito criminal federal serão chamados.

“Embora a decisão permita que a PF estenda a convocação a todos os aprovados, no caso da perícia federal, 19 pessoas não serão aproveitadas. Isso porque a forma de cálculo adotada para chamar os excedentes acabou desfavorecendo a nossa categoria. Enquanto todos os demais cargos promoverão a convocação integral dos aprovados, nós continuamos neste impasse”, afirmou Camargo.

""

Segundo Camargo, é necessário buscar uma alternativa que possibilite o aproveitamento dos 19 excedentes restantes, tendo em vista que muito poderão contribuir com os trabalhos da PF. “Todos os aprovados são altamente qualificados. Não podemos deixar que isso aconteça, pois precisamos desses profissionais”, disse.

Bia Kicis concordou com as reinvindicações apresentadas por Camargo e se colocou à disposição para intermediar uma reunião com representantes do governo. “A segurança pública é uma prioridade do meu mandato, e vou continuar me esforçando para que realmente todos sejam convocados, afinal de contas a Polícia Federal é uma instituição que dá muito orgulho para os brasileiros.”