No Senado, APCF e UPB buscam apoio contra ataques ao serviço público

No Senado, APCF e UPB buscam apoio contra ataques ao serviço público

Dirigentes da União dos Policiais do Brasil (UPB) se reuniram, nesta 3ª feira (19/11), com o senador Marcos do Val (Podemos-ES) para apresentar as preocupações dos profissionais de segurança pública ao chamado Plano Mais Brasil. Elaborado pela equipe econômica do governo, o pacote de três propostas de emenda à Constituição (PEC) foi encaminhado ao Senado Federal na início de novembro.

O presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), Marcos Camargo, participou da reunião com o parlamentar. Segundo ele, a PEC Emergencial (186/ 2019), a PEC da Revisão dos Fundos (187/2019) e a PEC do Pacto Federativo (188/2019) propõem diversos retrocessos ao serviço público, como a redução da jornada do servidor, com corte proporcional dos vencimentos.

“As propostas apresentadas causam grande prejuízo à segurança pública. É inadmissível que a culpa da má gestão fiscal recaia sobre o servidor público, em especial aqueles da segurança pública”, destaca Camargo.

Atenta às reivindicações da UBP, a equipe de Marcos do Val recebeu as sugestões e se comprometeu a analisá-las. Outro tema debatido no encontro foi a reforma da Previdência. Na oportunidade, os representantes da União pediram mais atenção do Senado Federal com a regra de transição para os policiais brasileiros. “Continuamos atentos e em busca de regras mais justas de transição para a idade mínima dos agentes de segurança”, diz o presidente da APCF.

3ª feira, 19 de novembro de 2019