Para fortalecer bancos de perfis genéticos, Tocantins inaugura laboratório de DNA

Para fortalecer bancos de perfis genéticos, Tocantins inaugura laboratório de DNA

A Secretaria de Segurança Pública do Tocantins inaugurou, nesta 4ª feira (14/11), o Laboratório de Genética Forense do Instituto de Criminalística. É mais um estado que poderá modernizar a investigação criminal e a produção de provas por meio da análise pericial do DNA dos vestígios e de criminosos. 

Com mais essa inauguração, o Brasil chega à marca de 27 laboratórios de DNA espalhados pelo país. O investimento foi de cerca de R$ 2 milhões em equipamentos de última geração comprados mediante convênio entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e o governo do estado. 

Perito criminal federal e coordenador da Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (RIBPG), Guilherme Jacques comemora o marco. “Uma grande conquista para o Tocantins, uma grande vitória para a genética forense brasileira e mais uma meta atingida pelo projeto de fortalecimento da RIBPG, do Ministério da Justiça.”

Nesta semana, o Piauí também inaugurou o seu primeiro laboratório de genética forense. O Instituto de DNA Forense (IDNA) contou com investimentos de mais de R$ 400 mil no prédio de 20 salas e cerca de R$ 3 milhões em equipamentos. 

5ª feira, 14 de novembro de 2019