Peritos criminais federais elegem Diretoria e Conselho Fiscal da APCF para 2019/2020

Peritos criminais federais elegem Diretoria e Conselho Fiscal da APCF para 2019/2020

A atual diretoria da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF) foi reeleita para o segundo mandato à frente da entidade representativa da carreira da Polícia Federal que é responsável pelas análises científicas imprescindíveis nos vestígios materiais de possíveis crimes. A eleição teve participação de uma só chapa, formada por peritos criminais federais de todo o país.

O presidente da APCF, Marcos Camargo, comemorou a reeleição e reafirmou o compromisso de representar os interesses dos peritos criminais federais junto à Polícia Federal e também junto aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

“Temos conseguido importantes vitórias para a categoria. No primeiro mandato tornamos a APCF um player do debate público, participando de discussões centrais sobre a segurança pública no país e também sobre a segurança das eleições”, diz Camargo.

Camargo é especialista na análise de drogas ilícitas e entorpecentes. Entre diversas funções que exerceu na PF, foi chefe do Serviço de Perícias de Laboratório e de Balística do Instituto Nacional de Criminalística (INC), integrou a equipe do Setor Técnico-Científico da PF no Paraná e foi responsável pela área técnica do Setor de Investigação de Desvio de Produtos Químicos.

O vice-presidente reeleito é o perito criminal federal João Ambrósio, da área de química forense. Entre outras posições, ele já foi chefe do Setor Técnico-Científico da Polícia Federal no Distrito Federal.

A perita criminal Márcia Mônica Nogueira Mendes, secretária-geral da APCF, é da área de ciências da computação. Atuou em diversos projetos da área acadêmica e de extensão do Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente, é lotada no Serviço de Perícias em Informática do Setor Técnico Científico de Minas Gerais.

O perito criminal Bruno Andrade, da área de engenharia. Ele também é formado em direito e, atualmente, está lotado na Serviço de Perícias em Audiovisual e Eletrônicos do INC. Já atuou também no Setor Técnico-Científico da PF no Ceará.

O perito criminal Willy Hauffe é o diretor financeiro. Graduado em ciências contábeis,  já trabalhou no Setor Técnico-Científico da PF no Distrito Federal e, atualmente, integra o grupo de bombas e explosivos.

O perito criminal André Morisson, ex-presidente da APCF, é o diretor financeiro adjunto. Morisson é da área de engenharia, trabalhou no Serviço Técnico-Científico da PF no Mato Grosso do Sul e é o atual chefe do Serviço de Perícias em Audiovisual e Eletrônicos do INC.

Conselho Fiscal

Também escolhidos os novos integrantes do Conselho Fiscal da APCF, que tem a responsabilidade de fiscalizar a execução do orçamento da Associação. Os integrantes que assumirão o Conselho Fiscal são Enelson Candeia da Cruz Filho, Otávio Andrade Allemand Borges, Fabricio Fonseca Theodoro, Wilson Akira Uezu, Fábio Caus Sícoli e Gregson Afonso Lopes Chervenski – sendo os três primeiros titulares e os demais, suplentes.

Quinta-feira, 1 de novembro de 2018