Profissionais da segurança pública debatem reforma da Previdência no Congresso Nacional

Profissionais da segurança pública debatem reforma da Previdência no Congresso Nacional

Profissionais de segurança pública e do Ministério Público participam, nesta 3ª feira (12/3), do 1º Simpósio do Gabinete Integrado dos Profissionais de Segurança Pública e do Ministério Público, que acontece no auditório da Câmara dos Deputados, para discutir a proposta de reforma da previdência. O diretor e ex-presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), André Morisson, é um dos participantes do evento.

Com o tema “A reforma que Defendemos”, o simpósio discute aspectos da reforma previdenciária apresentada pelo Governo que ainda precisam ser corrigidos, em especial para os profissionais de carreira. Durante a tarde, Morisson participará da mesa de debates para abordar a relação da nova previdência com as carreiras policiais.

A APCF defende que, da forma que a proposta foi apresentada, não há garantias essenciais para o bom desempenho da atividade policial, como a paridade, a integralidade e a pensão policial. O texto enviado ao Congresso Nacional define regras de aposentação e pensão incompatíveis com o risco inerente à natureza do cargo policial.

“Estamos confiantes de que o parlamento fará o devido ajuste no texto da PEC 6/2019 e que o governo reconheça o equívoco apresentado, valorizando, dessa forma, a segurança pública de nosso país”, afirma Morisson.