O presidente da APCF, Marcos Camargo, prestigiou nesta 6ª feira (25/3) a inauguração da nova sede da Polícia Federal, em Brasília. Os órgãos centrais da instituição agora passam a ser integrados em três torres do Edifício Multibrasil Corporate, localizado no Setor Comercial Norte, zona central da capital federal.

Para Camargo, o novo prédio permitirá aos policiais federais instalações modernas para atuarem na prevenção e no combate à criminalidade. “É muito importante para a Polícia Federal a inauguração das novas instalações, contribuindo decisivamente para a qualificação ainda maior do trabalho da instituição na prevenção e combate ao crime.”

Além dos representantes das entidades de todas as entidades de classe da PF, o evento contou com a presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, do diretor-geral da PF, Márcio Nunes de Oliveira, do presidente do STJ, Humberto Martins, do ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, do diretor-geral da PRF, Silvinei Vasques, e do Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Júlio Danilo Souza Ferreira, além de outras autoridades dos três poderes da República e da Polícia Federal.

A inauguração da nova sede da PF faz parte das comemorações de 78 anos do órgão. O prédio possui mais de 18.500 m² de área privativa e conta com espaçoso Centro de Convenções e um moderno auditório com capacidade para 254 pessoas.

Depois de 43 anos sediada no histórico edifício conhecido como “Máscara Negra”, a mudança para o Multibrasil Corporate tem como objetivo agrupar em um só local todas as unidades que compõem os órgãos centrais da PF. O prédio é mais moderno, recém-inaugurado e possui novas tecnologias em relação à antiga sede.

O diretor-geral da PF afirmou que as “instituições fortes e sólidas não são construídas por um ou alguns servidores, mas por gerações de cidadãos abnegados e cientes das suas responsabilidades e objetivos”. “Da mesma forma, as grandes mudanças carregam esforço, luta e dedicação de muitos, na busca incansável de resultados que, em última análise, beneficiarão a todos”, disse em discurso.

O ministro Anderson Torres ressaltou que o novo prédio é um avanço na qualidade das instalações oferecidas aos servidores. “A nova sede promoverá melhores condições de trabalho, corroborando para garantir a efetiva prestação de serviços em favor da sociedade brasileira”, ponderou.