Nota oficial: possibilidade de flexibilizar controle financeiro é retrocesso

Nota oficial: possibilidade de flexibilizar controle financeiro é retrocesso

Nesta 5ª feira (24/1), a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF) divulgou nota oficial sobre as propostas que podem  flexibilizar as regras de controle para as instituições financeiras.

Leia abaixo a nota na integra:

 

“A Associação dos Peritos Criminais Federais (APCF) vê com preocupação a proposta submetida a consulta pública que pode resultar na flexibilização das regras de controle para as instituições financeiras.

A possibilidade de retirar os parentes de políticos e de outras pessoas politicamente expostas da lista de contas que devem ser monitoradas é um retrocesso. Isso porque é muito frequente o uso dessas pessoas para dissimular a identidade do real beneficiário das irregularidades ou crimes.

Outras propostas colocadas em consulta são positivas, como elevar o valor a partir do qual os bancos devem informar as transações ao Coaf. Isso deve resultar em maior foco sobre as transações suspeitas, dar mais celeridade às análises e aumentar a eficiência do combate à lavagem de dinheiro, desde que os mecanismos de controle financeiro sejam fortalecidos."

Marcos Camargo, presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF)